Logo nexus

Entenda a diferença entre tradução consecutiva e simultânea

Serviços de tradução são essenciais em inúmeras situações, seja em reuniões, palestras ou qualquer outro evento que reúna pessoas que falem idiomas diferentes. Para possibilitar esse encontro, existe a tradução consecutiva e a simultânea – mas qual é a diferença entre elas?

A seguir, veja como cada uma funciona, quais são suas principais diferenças e em quais situações são indicadas.

O que é tradução consecutiva?

A tradução consecutiva – também chamada de interpretação consecutiva – é uma das formas de traduzir um diálogo ao vivo, ou seja, em tempo real. Nesse serviço, o profissional intérprete traduz a fala do orador em blocos.

Dessa forma, o profissional realiza a tradução durante as pausas na fala do orador, a fim de que as pessoas que estão presentes, e que não falam o mesmo idioma, possam acompanhar e compreender o que está sendo dito.

Quais são as diferenças entre tradução simultânea e consecutiva?

Tempo de realização

Existem várias diferenças entre essas duas traduções, e a maior de todas é o tempo de realização. Enquanto na interpretação consecutiva existem pausas na fala do orador para que o intérprete possa traduzir, na simultânea, a tradução acontece concomitantemente à fala dele.

Então, a tradução simultânea leva esse nome justamente por acontecer em tempo real. Diferentemente da consecutiva, o profissional intérprete ouve o que o orador está dizendo e, ao mesmo tempo em que ele está falando, faz a tradução.

Uso de equipamentos

Outra diferença é a utilização, ou não, de equipamentos. Para que a tradução consecutiva seja realizada, não é necessário o uso de grandes aparelhagens, pois o intérprete fica próximo ao orador e ao público.

No entanto, na tradução simultânea, existe toda uma estrutura necessária para que o serviço seja executado. Normalmente, o intérprete fica isolado em uma cabine com tratamento acústico, recebe o áudio do orador por meio de fones de ouvido e traduz simultaneamente em um microfone que é direcionado ao público.

Nesse caso, o público também costuma ter fones de ouvido e recebe diretamente o áudio já traduzido, podendo até ouvir o som original, porém em um volume bem mais baixo para que fique em segundo plano.

Quando cada uma é indicada?

Depois de entender melhor como cada tradução funciona e suas principais diferenças, é importante saber quando elas podem ser utilizadas.

Nesse sentido, a interpretação consecutiva é indicada para grupos menores e para eventos com duração mais curta, pois, como há a necessidade de pausas na fala do orador, o tempo empregado acaba sendo maior.

Já a tradução simultânea é indicada para eventos maiores, tanto do ponto de vista de número de público quanto de duração, já que é um formato que comporta melhor falas longas e não acrescenta tempo na duração do evento.

Dessa forma, é fundamental entender a diferença entre tradução consecutiva e simultânea, principalmente para saber escolher a melhor para cada situação. Por isso, conheça os serviços de tradução da Nexus Traduções e solicite um orçamento para obter mais informações.

Últimos posts

Precisa de ajuda?